24 de outubro de 2011

País Tropical

Há um tempo atrás lutava-se pelo seu direito de ser o quiser ser, pois segundo a Constituição, todo sujeito é livre!
É claro que essa história de democracia é conturbada e viola na maioria das horas o seu direito. Mas o que me deixa mais puta da vida é saber que no Brasil as coisas sempre seguem para o lado fudido da história.
Alguém me diz, por favor... Como uma luta para demonstrar para a sociedade que você é igual a todos, mas com gosto diferente, se tornou um carnaval fora de época?
Há uns anos atrás eu participava das “passeatas do orgulho gay”, não por ser homossexual, mas por acreditar que todos tem o direito de serem aceitos pela sociedade, independente da sua etnia, do seu gosto ou da sua opção sexual. É claro, que a passeata era uma festa a céu aberto, tudo muito colorido, musical e obsceno!
Nada de mais, porque o carnaval é igualzinho, e ninguém fala porra nenhuma!
Ao decorrer de 3 passeatas eu percebi que muitas pessoas estavam vendo aquilo como algo “legal”. Eu presenciei crianças que deveriam estar na faixa de seus 8 ou 11 anos com familiares pelas ruas, no meio de toda aquela gente... Idosos nas sacadas de seus prédios na Avenida Nossa Senhora de Copacabana ou na praia de Icaraí, dançando, sorrindo, enfim... Dando seu “Ok” para tudo aquilo.
É claro que isso não aconteceu de uma hora para outra, e quando penso no que pode ter contribuído para tal “aceitação” me vem a cabeça uma só palavra; MÍDIA.
Novelas, comerciais, filmes, músicas e até em desenhos ditos “ infantis” começaram a bombardear a sociedade com o slogam: HOMOFOBIA É CRIME!
Tá bem, homofobia, racismo etc...
Mas desde quando você vê um comercial só de pessoas negras, ou novelas, ou desenhos...?
Pois é, isso é de se estranhar...
A questão é, porque será que a homossexualidade virou “Moda” no Brasil?
Isso porque eu prefiro não citar outros países.
Eu vejo crianças de 11 anos tendo comportamentos que não condizem com seu sexo.
Não que para se tornar homossexual seja preciso uma idade, mas como aconteceu esse BOOM de crianças e adolescentes homossexuais? Onde estavam os pais para conversarem sobre o assunto e perceber a mudança comportamental?
E a mídia? Cadê a mídia para mostrar que a homossexualidade era para ser aceita como qualquer escolha do ser humano e não como uma nova tendência!?
Será que daqui há alguns anos esses adolecentes não vão se ver fora desse contexto e perceber que tudo isso foi uma atitude imbecil? E acabarem depressivos, ou infelizes?
Porque essa "Moda" de homossexualidade pode ser para sempre!
Cara, se você é homossexual, tudo bem. É escolha sua, a sua vida te levou neste caminho e se você está feliz, tudo é válido! Mas quem garante que os jovens não estejam adotando comportamentos que não condizem com o seu próprio jeito de ser?
Meu Deus! Mas será que aqui tudo é deturpado?
Antes corriam atrás de seu direito de ir e vir, agora virou moda, e depois...?

2 comentários:

  1. Deixem os meus erros de português, tá? É licença poética! :P

    ResponderExcluir
  2. Guilherme Heringer24 de outubro de 2011 23:19

    Tem coisa errada mesmo, não sei, principalmente entre as meninas, tem lésbica por todo lugar que olho

    ResponderExcluir

“Nada pode nos penalizar mais do que nós mesmos.”
Todos temos o poder de nos regenerar da culpa
Caberá a nós mesmos a percepção de que já somos capazes!
Erros serão indícios de falta de aprendizado,
Acertos poderão passar despercebidos aos olhos de quem já aprendeu a lição...
Os acontecimentos são provas de tudo o que já aprendemos ou não!
Enquanto fugir dos seus problemas para tentar esquecê-los...
Estará provando a si mesmo que não se permitiu evoluir.

Nas horas de indecisão,
Quando a dúvida embaça a visão...
É melhor parar com tudo e ficar sozinho,
Sentar num sofá e beber um bom vinho...
E ver de fora, a vida desenrolar seu caminho.

Loucos são aqueles que seguem as tendências... Imitam e lutam para conseguir chegar em algum lugar pelo mesmo caminho dos outros, pois os normais são aqueles que fazem a sua realidade da melhor maneira possível e se reinventam a cada dia, para que os loucos continuem a copiar.